AMEG Página Inicial

NOTÍCIAS


29-09-2021

AMEG retoma assembleias itinerantes em Cássia






A Associação Pública dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande – Consórcio AMEG, retoma na manhã desta quinta-feira (30) suas reuniões itinerantes. A 180ª Assembleia Geral Ordinária reúne os atuais prefeitos da região no Centro de Convivência do Idoso (CCI) em Cássia. Tradição da entidade, as reuniões nos municípios associados foram suspensas em março de 2020 em função da pandemia do Covid-20. Os últimos encontros da entidade foram restritos aos prefeitos e algumas reuniões foram realizadas de forma remota por videoconferência. Apesar do encontro presencial ainda não serão retomadas as plenárias com a presença de público geral.

“Nós temos plena consciência de que a pandemia ainda não acabou, mas, com todos os cuidados, respeitando os protocolos sanitários, o distanciamento e o uso de máscaras, nós vamos retomar nossa cultura de privilegiar de forma igual todos os nossos municípios. Quis o destino que essa retomada acontecesse num município que tem como padroeira uma santa tão querida como Santa Rita de Cássia. Que ela nos proteja e nos ajude a superar todas as nossas dificuldades”, comenta o presidente da AMEG e prefeito de São José da Barra, Paulo Sérgio Leandro de Oliveira.

Dentre os assuntos que se destacam na pauta estão: finalização do processo de transição entre associação privada e consórcio público, alternativas para a aquisição de uma usina de asfalto, doação e transferência aos municípios de botijões de armazenamento de sêmen utilizados em programa de melhoramento genético de rebanhos bovinos.

Também haverá a participação de representantes do Grupo de Apoio aos Pacientes Oncológicos de Passos e Região – Gapop-r em que serão apresentadas informações sobre o trabalho da entidade e as dificuldades enfrentadas, em especial por conta da pandemia. “Os municípios precisam olhar com muito carinho para o trabalho que é realizado pelo Gapop-r. Milhares de cidadãos da região vem fazer tratamento no Hospital Regional do Câncer e muitos desses pacientes chegam em Passos de manhã e só voltam à tarde para sua cidade de origem. Nesse meio tempo entre a liberação do HRC e a volta da condução para as outras cidades, quem acolhe as pessoas, sem distinção de origem, dando um lugar de descanso e alimentação é o Gapop-r e a gente precisa estar junto deles e ajudar do jeito que for possível”, explica o presidente da AMEG.

 

 Visita ao Santuário de Santa Rita

Aproveitando a oportunidade de reunir colegas gestores municipais de toda a região, o prefeito anfitrião da 180ª AGO da Ameg, Rêmulo Carvalho Pinto, Reminho, será o guia para uma visita às obras do Santuário de Santa Rita de Cássia que já iniciou a fase de acabamento. Já considerado um dos maiores templos católicos do Brasil, com a capacidade de receber até 5 mil fiéis sentados, será inaugurado em 22 de maio de 2022, data em que é comemorado dia de Santa Rita.

Para Reminho a iniciativa do empresário cassiense Paulo Flávio de Melo Carvalho é um presente não só para Cássia, mas para a região e para o Brasil. “Cássia já tem um turismo religioso consolidado, mas, agora isso será amplificado e haverá um reflexo no município e em toda a Região Sudoeste de Minas resultando num crescimento econômico e ao mesmo tempo tornando mais complexa a nossa administração. Com o apoio de várias instituições já estamos construindo o planejamento turístico para os próximos anos tendo em vista a inauguração do Santuário de Santa Rita e o município está fazendo a sua parte no que diz respeito à melhoria da infraestrutura, ampliando e melhorando as vias e espaços públicos para recebermos esse imenso fluxo de turistas a partir de maio de 2022”, comenta o prefeito de Cássia.

O Santuário em construção no local conhecido como Alto do Taquaral será o maior do mundo dedicado à Santa Rita de Cássia. A obra é uma iniciativa do empresário Paulo Flávio de Melo Carvalho, natural de Cássia e residente em Sorocaba (SP). O empresário é devoto de Santa Rita e após a conclusão do empreendimento fará a doação para a Mitra Diocesana de Guaxupé (MG), que ficará responsável pela administração da igreja e do seu entorno. O santuário ocupa uma área que totaliza 75 mil metros quadrados, sendo 10 mil metros quadrados construídos, incluindo a igreja com capacidade para 5 mil pessoas sentadas, área comercial com 48 lojas, área de alimentação, sanitários, fraldário, uma réplica da casa de Santa Rita e um velário. O estacionamento contará com 765 vagas para carros e 155 vagas de ônibus.








VOLTAR