AMEG Página Inicial

NOTÍCIAS


16-01-2020

Ameg inicia credenciamento de veterinários para o Castramóvel






A Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande - AMEG, iniciou na última quarta-feira (15) o credenciamento de empresas de serviços veterinários para a realização de cirurgias de esterilização de cães e gatos. O objetivo é garantir que o Castramóvel funcione efetiva e diariamente atendendo os municípios da região já nesta segunda quinzena de janeiro. O credenciamento não tem prazo limite e poderá ser realizado no ano corrente junto à AMEG.

Conforme o coordenador e responsável técnico do projeto, o médico veterinário Cláudio Leal Soares, poderão participar do processo de credenciamento, sem limites de inscrições, empresas de Passos e da região, mesmo que de outro estado da federação, desde que registradas junto ao Conselho Regional de Medicina Veterinária. Será montado um cronograma de atendimentos, conforme a disponibilidade dos profissionais/empresas credenciados, para todos os municípios que apresentarem as condições de realização das cirurgias de castração.

"Neste início do projeto nós já temos uma previsão de atendimentos, em forma de rodízio, para os municípios associados à AMEG, no caso, Capetinga, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Cássia, Delfinópolis, Passos, Piumhi, Pratápolis, São João Batista do Glória, São Sebastião do Paraíso e São Tomás de Aquino", comenta Leal.

A secretaria executiva da associação lembra que o número de castrações em cada município se definirá em função da contribuição de associado, ou seja, os municípios maiores, de maiores população e contribuição, receberão mais vezes a equipe responsável pelas castrações. A ideia é que a cada dois meses todos os municípios associados recebam a visita do Castramóvel. Só após a realização completa deste primeiro ciclo, passando por todas as localidades, é que se terá condições de fechar de forma definitiva o potencial, os custos reais e os limites do projeto.

O presidente da Ameg e prefeito de Passos, Carlos Renato Lima Reis, Renatinho Ourives, lembra que o custo das cirurgias é coberto integralmente com recursos próprios da Ameg. "Nós sabemos das dificuldades financeiras que os municípios estão passando, por isso estamos fazendo um esforço enorme para baixar ao máximo o custo dos materiais e mão-de-obra e atender a todos os nossos municípios que sofrem com a imensa população de cães e gatos", explica.

Renatinho lembra ainda que houve a necessidade de complementação de equipamentos para o centro cirúrgico móvel e também de adequação predial na base do Castramóvel. "Estamos muito felizes em poder ajudar a solucionar o problema da superpopulação de cães e gatos. A atual diretoria e as duas anteriores não mediram nem medirão esforços para que o Castramóvel se confirme como um grande benefício para toda a população da nossa região. Os investimentos feitos até aqui, desde a compra do veículo adaptado com recursos de emenda parlamentar do Deputado Cássio Soares até a finalização da estrutura de apoio, foram feitos com critério e muita responsabilidade para evitar desperdícios ou gastos desnecessários", finaliza o prefeito.

 








VOLTAR